scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo

10 experiências fáceis para crianças

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Gostava de fazer experiências científicas com os seus filhos, que fossem fáceis e divertidas? É uma excelente forma de incutir na criança o amor pela ciência. Se gosta de experiências caseiras e se se quer divertir em família, não perca estas 10 experiências fáceis para crianças!

A ciência é algo mágico que fascina as crianças que, desde muito pequenas, mostram uma grande curiosidade pelo mundo que as rodeia. Embora possa parecer uma coisa de crescidos, existem experiências caseiras que as crianças podem fazer com a ajuda dos pais incutindo-lhes, desta dorma, o amor pela ciência. As experiências científicas para crianças tornam possível o desenvolvimento do interesse pela ciência, pois a criança vê as experiências em questão como se se tratasse de magia embora, evidentemente, todos elas tenham uma explicação científica.

As crianças são curiosas por natureza e fazem perguntas sobre as coisas que observam à sua volta. Assim, pode aproveitar a curiosidade que o seu filho sente para lhe incutir alguns conceitos simples da ciência. Para tal, deverá escolher as atividades e as experiências adequadas consoante a idade da criança, para que as possa compreender com facilidade

Como ensinar ciência às crianças

Para ensinar os conceitos básicos da ciência às crianças, deve começar pelos conceitos conhecidos. Por exemplo, uma criança em idade pré-escolar já sabe que, se um brinquedo se partir, não se arranja sozinho. Sendo assim, pode ensinar-lhe que, quando corta um ramo de uma planta, ao contrário de um brinquedo, este volta a crescer. Desta forma ensina à criança a diferença entre os seres vivos e os inanimados. Outra maneira de lhe ensinar este conceito consiste em mostrar à criança como das sementes de uma maçã cresce uma árvore, se as semearmos.

Uma coisa que fascina as crianças são as cores, que são outra boa forma de lhes ensinar conceitos científicos. Brincando com as cores, pode ensinar ao seu filho o que acontece quando se mistura o azul e o amarelo, ou o vermelho e o amarelo. Outra experiência simples consiste em encher um copo de água até três quartos da sua capacidade e juntar duas colheres de bicarbonato, uma gota de corante para alimentos e cerca de 10 gramas de milho. Em seguida, junte tudo com algumas gotas de vinagre e diga ao seu filho que observe quando os grãos de milho começarem a dançar. Com esta simples experiência pode explicar ao seu filho que quando o bicarbonato e o vinagre se combinam, soltam dióxido de carbono, o que faz com que os grãos se mexam.

Experiências fáceis para crianças

Além destes exemplos quotidianos para ensinar às crianças o conceito de causa e efeito, existem muitas experiências para crianças fáceis e divertidas de fazer. Descubra as 10 experiências científicas para crianças que lhe propomos! 




Criar um arco-íris

O arco-íris é lindo de se ver, especialmente para as crianças que, muitas vezes, se perguntam como é que aparece.

Materiais

Água, um espelho, tesoura, um quarto escuro, uma lanterna.

Procedimento

  1. Coloque um copo de água numa mesa e ponha o espelho no seu interior formando um ângulo.
  2. Assegure-se que o quarto esteja completamente escuro.
  3. Dirija a luz da lanterna para o espelho que pôs dentro do copo. Vai aparecer um arco-íris no ângulo do espelho.

Explicação

O arco-íris é um fenómeno ótico que aparece como uma banda de cores num arco, como resultado da refracção dos raios de sol através da chuva. Quando o sol brilha nas gotas de água, na atmosfera, forma-se o arco-íris, que mostra as cores vermelha, laranja, amarela, verde, azul, anil e violeta. Em resumo, quando a luz incide na superfície de uma gota de água, muda a velocidade fazendo com que se dobre. Refracta-se quando entra na água e volta a refractar-se quando abandona a gota. O resultado é luz que se reflecte em vários ângulos, criando um arco-íris.

1

Criar um arco-íris

O arco-íris é lindo de se ver, especialmente para as crianças que, muitas vezes, se perguntam como é que aparece.

Materiais

Água, um espelho, tesoura, um quarto escuro, uma lanterna.

Procedimento

  1. Coloque um copo de água numa mesa e ponha o espelho no seu interior formando um ângulo.
  2. Assegure-se que o quarto esteja completamente escuro.
  3. Dirija a luz da lanterna para o espelho que pôs dentro do copo. Vai aparecer um arco-íris no ângulo do espelho.

Explicação

O arco-íris é um fenómeno ótico que aparece como uma banda de cores num arco, como resultado da refracção dos raios de sol através da chuva. Quando o sol brilha nas gotas de água, na atmosfera, forma-se o arco-íris, que mostra as cores vermelha, laranja, amarela, verde, azul, anil e violeta. Em resumo, quando a luz incide na superfície de uma gota de água, muda a velocidade fazendo com que se dobre. Refracta-se quando entra na água e volta a refractar-se quando abandona a gota. O resultado é luz que se reflecte em vários ângulos, criando um arco-íris.

A tinta invisível

A tinta invisível é uma experiência que fascina as crianças, pois permite transmitir mensagens secretas que apenas elas e os amigos podem ler.

Materiais

Leite, papel, um pincel limpo ou cotonete, uma lâmpada de secretária.

Procedimento

  1. Mergulhe no leite o pincel, pois vai usar-se o pincel como tinta.
  2. Escreva na filha de papel em branco com o pincel e deixe que seque.
  3. Para ler a mensagem oculta, terá de aplicar calor sobre o papel.
  4. Acenda a lâmpada e segure o papel perto dela para que esta comece a aquecer o papel. O calor da lâmpada vai fazer com que o que escreveu escureça.

Explicação

Outra forma de descodificar a mensagem secreta e fazer com que apareça sem ter de aplicar calor é através do uso de sal. Deve deitar sal na tinta depois de escrever no papel e esperar cerca de 60 segundos antes de limpar o sal do papel. Em seguida, pinte a escritura com um lápis de cor. Vai ver como aparece a mensagem!

2

A tinta invisível

A tinta invisível é uma experiência que fascina as crianças, pois permite transmitir mensagens secretas que apenas elas e os amigos podem ler.

Materiais

Leite, papel, um pincel limpo ou cotonete, uma lâmpada de secretária.

Procedimento

  1. Mergulhe no leite o pincel, pois vai usar-se o pincel como tinta.
  2. Escreva na filha de papel em branco com o pincel e deixe que seque.
  3. Para ler a mensagem oculta, terá de aplicar calor sobre o papel.
  4. Acenda a lâmpada e segure o papel perto dela para que esta comece a aquecer o papel. O calor da lâmpada vai fazer com que o que escreveu escureça.

Explicação

Outra forma de descodificar a mensagem secreta e fazer com que apareça sem ter de aplicar calor é através do uso de sal. Deve deitar sal na tinta depois de escrever no papel e esperar cerca de 60 segundos antes de limpar o sal do papel. Em seguida, pinte a escritura com um lápis de cor. Vai ver como aparece a mensagem!

O ovo mágico

Um ovo é tão frágil que, se lhe bater com força, parte-se. No entanto, existe uma maneira de fazer com que o ovo salte sem se partir.

Materiais

Vinagre branco, ovo cozido, jarra de vidro com tampa.

Procedimento

  1. Coza um ovo.
  2. Coloque o ovo numa jarra de vidro e deite vinagre branco na jarra até cobrir completamente o ovo.
  3. Tape a jarra e feche-a hermeticamente.
  4. Deixe-o repousar num lugar longe da luz direta do sol durante um dia inteiro e observe o ovo.
  5. Deixe-o repousar uma semana inteira e, em seguida, tire o ovo do vinagre. Enxague o ovo com água da torneira e seque-o.

Se, com o seu filho, observar pequenas bolhinhas que se formam à volta do ovo, saiba que é completamente normal. Passado algum tempo, as bolhinhas vão ficando maiores até subirem à superfície do vinagre branco. O ovo vai começar a flutuar devido às bolhas que se juntaram à sua volta. Em seguida, a casca do ovo vai começar a decompôr-se devido ao vinagre. Uma semana mais tarde, a casca de ovo ter-se-á decomposto completamente. Quando secar o ovo, verá que a sua textura parece ser de couro. Em seguida, diga ao seu filho para o atirar ao chão. Vai saltar!

Explicação

A experiência do ovo mágico demonstra o processo de osmose. Nesta experiência, o vinagre passa lentamente através da casca do ovo até que se dissolve completamente, fazendo com que a textura do ovo pareça borracha ou couro. Mas o que é que faz com que seja possível que o vinagre tenha a capacidade de dissolver a casca do ovo? O facto de ser um ácido que contém ácido acético, que reage com o cálcio, componente da casca de ovo. Quando a casca do ovo se parte, produz-se dióxido de carbono, que aparece sob a forma de bolhas. Deixar o ovo imerso no vinagre faz com que a casca se dissolva completamente.

3

O ovo mágico

Um ovo é tão frágil que, se lhe bater com força, parte-se. No entanto, existe uma maneira de fazer com que o ovo salte sem se partir.

Materiais

Vinagre branco, ovo cozido, jarra de vidro com tampa.

Procedimento

  1. Coza um ovo.
  2. Coloque o ovo numa jarra de vidro e deite vinagre branco na jarra até cobrir completamente o ovo.
  3. Tape a jarra e feche-a hermeticamente.
  4. Deixe-o repousar num lugar longe da luz direta do sol durante um dia inteiro e observe o ovo.
  5. Deixe-o repousar uma semana inteira e, em seguida, tire o ovo do vinagre. Enxague o ovo com água da torneira e seque-o.

Se, com o seu filho, observar pequenas bolhinhas que se formam à volta do ovo, saiba que é completamente normal. Passado algum tempo, as bolhinhas vão ficando maiores até subirem à superfície do vinagre branco. O ovo vai começar a flutuar devido às bolhas que se juntaram à sua volta. Em seguida, a casca do ovo vai começar a decompôr-se devido ao vinagre. Uma semana mais tarde, a casca de ovo ter-se-á decomposto completamente. Quando secar o ovo, verá que a sua textura parece ser de couro. Em seguida, diga ao seu filho para o atirar ao chão. Vai saltar!

Explicação

A experiência do ovo mágico demonstra o processo de osmose. Nesta experiência, o vinagre passa lentamente através da casca do ovo até que se dissolve completamente, fazendo com que a textura do ovo pareça borracha ou couro. Mas o que é que faz com que seja possível que o vinagre tenha a capacidade de dissolver a casca do ovo? O facto de ser um ácido que contém ácido acético, que reage com o cálcio, componente da casca de ovo. Quando a casca do ovo se parte, produz-se dióxido de carbono, que aparece sob a forma de bolhas. Deixar o ovo imerso no vinagre faz com que a casca se dissolva completamente.

O Vulcão

Com esta experiência, a criança verá como acontece a atividade vulcânica.

Materiais

Uma colher de sopa, bicarbonato de sódio, vinagre, farinha, água morna, uma garrafa de plástico, detergente líquido de lavar a louça, corante para alimentos, uma frigideira, sal, óleo e uma chávena.

Procedimento

  1. Use a chávena e a colher para medir os ingredientes e misture 6 chávenas de farinha, 2 chávenas de sal, 2 chávenas de água e 4 colheres de óleo. Quando a mistura estiver suave e firme, comece a moldá-la em forma de cone. Pode juntar água para suavizar a massa.
  2. Ponha a garrafa de plástico na frigideira antes de começar a formar o vulcão. Deverá moldar a forma de cone à volta da garrafa.
  3. Uma vez feito o vulcão, encha a garrafa até metade com água morna e algumas gotas de corante alimentar, de preferência vermelho.
  4. Ponha 6 gotas de detergente líquido na mistura, 2 colheres de bicarbonato de sódio e vinagre. Acabou de criar um vulcão em erupção!

Explicação

O vinagre, que é um ácido, e o bicaronato de sódio, que é uma base, dão como resultado a formação de um gás, dióxido de carbono, que obriga o conteúdo da garrafa a sair do vulcão. Quando um ácido e uma base se misturam, reagem para se neutralizar entre si. Num vulcão real, o dióxido de carbono também está presente quando este entra em erupção.

4

O Vulcão

Com esta experiência, a criança verá como acontece a atividade vulcânica.

Materiais

Uma colher de sopa, bicarbonato de sódio, vinagre, farinha, água morna, uma garrafa de plástico, detergente líquido de lavar a louça, corante para alimentos, uma frigideira, sal, óleo e uma chávena.

Procedimento

  1. Use a chávena e a colher para medir os ingredientes e misture 6 chávenas de farinha, 2 chávenas de sal, 2 chávenas de água e 4 colheres de óleo. Quando a mistura estiver suave e firme, comece a moldá-la em forma de cone. Pode juntar água para suavizar a massa.
  2. Ponha a garrafa de plástico na frigideira antes de começar a formar o vulcão. Deverá moldar a forma de cone à volta da garrafa.
  3. Uma vez feito o vulcão, encha a garrafa até metade com água morna e algumas gotas de corante alimentar, de preferência vermelho.
  4. Ponha 6 gotas de detergente líquido na mistura, 2 colheres de bicarbonato de sódio e vinagre. Acabou de criar um vulcão em erupção!

Explicação

O vinagre, que é um ácido, e o bicaronato de sódio, que é uma base, dão como resultado a formação de um gás, dióxido de carbono, que obriga o conteúdo da garrafa a sair do vulcão. Quando um ácido e uma base se misturam, reagem para se neutralizar entre si. Num vulcão real, o dióxido de carbono também está presente quando este entra em erupção.

O balão mágico

Esta experiência permite à criança observar como se enchem os balões.

Materiais

Um pacotinho de fermento em pó, uma garrafa pequena de gasosa de plástico transparente, uma colher de sopa de açúcar, um balão, água morna.

Procedimento

  1. Deite na garrafa de plástico o pacote de fermento em pó.
  2. Encha com um pouco de água morna um quarto da garrafa.
  3. Deite na mistura uma colher de sopa de açúcar.
  4. Agite a garrafa para que o seu conteúdo se misture bem.
  5. Prenda o balão no gargalo da garrafa.
  6. Coloque a garrafa num local quente como, por exemplo, perto de uma janela onde bata o sol.
  7. Observe o que acontece ao balão: está a encher!

Explicação

Esta experiência ilustra como o fermento pode encher um balão. O fermento é, na verdade, um fungo que apenas se pode ver através de um microscópio. O fermento, ao dissolver-se em água, fica ativo. Do mesmo modo que qualquer outro ser vivo, necessita de uma fonte de energia ou alimento para se manter ativo: neste caso, o açúcar. O balão começa a tomar forma porque se produz um gás. Como o balão restringe a libertação do gás, este fica dentro da garrafa. A sua acomulação no interior da garrafa faz encher o balão!

5

O balão mágico

Esta experiência permite à criança observar como se enchem os balões.

Materiais

Um pacotinho de fermento em pó, uma garrafa pequena de gasosa de plástico transparente, uma colher de sopa de açúcar, um balão, água morna.

Procedimento

  1. Deite na garrafa de plástico o pacote de fermento em pó.
  2. Encha com um pouco de água morna um quarto da garrafa.
  3. Deite na mistura uma colher de sopa de açúcar.
  4. Agite a garrafa para que o seu conteúdo se misture bem.
  5. Prenda o balão no gargalo da garrafa.
  6. Coloque a garrafa num local quente como, por exemplo, perto de uma janela onde bata o sol.
  7. Observe o que acontece ao balão: está a encher!

Explicação

Esta experiência ilustra como o fermento pode encher um balão. O fermento é, na verdade, um fungo que apenas se pode ver através de um microscópio. O fermento, ao dissolver-se em água, fica ativo. Do mesmo modo que qualquer outro ser vivo, necessita de uma fonte de energia ou alimento para se manter ativo: neste caso, o açúcar. O balão começa a tomar forma porque se produz um gás. Como o balão restringe a libertação do gás, este fica dentro da garrafa. A sua acomulação no interior da garrafa faz encher o balão!

Estetoscópio caseiro

Um estetoscópio é um instrumento médico utilizado para ouvir os sons do corpo. As crianças adoram brincar aos médicos com ele.

Materiais

2 funis, uma mangueira velha de jardim, tesoura, massa de modelar, material de desenho.

Procedimento

  1. Cortar com a tesoura cerca de 40 cm da mangueira.
  2. Colocar cada um dos funis nas extremidades da mangueira. Se os funis não encaixarem bem nas extremidades da mangueira, pode usar a massa para manter a mangueira fixa.
  3. Para verificar se funciona, coloque uma extremidade do funil sobre o seu peito e a outra na sua orelha. Ouve alguma coisa?
  4. Para completar a experiência, realize exercícios físicos durante 5 minutos. Depois, coloque um dos funis no peito e outro na orelha, como antes. Há alguma diferença no seu ritmo cardíaco?

Explicação

Esta atividade tem como objetivo ilustrar o conceito da transmissão de som através de espaços fechados. A experiência serve para comprovar como se amplificam as ondas sonoras através do estetoscópio

6

Estetoscópio caseiro

Um estetoscópio é um instrumento médico utilizado para ouvir os sons do corpo. As crianças adoram brincar aos médicos com ele.

Materiais

2 funis, uma mangueira velha de jardim, tesoura, massa de modelar, material de desenho.

Procedimento

  1. Cortar com a tesoura cerca de 40 cm da mangueira.
  2. Colocar cada um dos funis nas extremidades da mangueira. Se os funis não encaixarem bem nas extremidades da mangueira, pode usar a massa para manter a mangueira fixa.
  3. Para verificar se funciona, coloque uma extremidade do funil sobre o seu peito e a outra na sua orelha. Ouve alguma coisa?
  4. Para completar a experiência, realize exercícios físicos durante 5 minutos. Depois, coloque um dos funis no peito e outro na orelha, como antes. Há alguma diferença no seu ritmo cardíaco?

Explicação

Esta atividade tem como objetivo ilustrar o conceito da transmissão de som através de espaços fechados. A experiência serve para comprovar como se amplificam as ondas sonoras através do estetoscópio

A moeda saltitona

Se o seu filho gosta de truques de magia, vai adorar a experiência da moeda saltitona.

Materiais

Água fria num recipiente, garrafa de vidro de refresco com um gargalo pequeno, uma moeda ligeiramente maior do que o gargalo da garrafa.

Procedimento

  1. Encha um recipiente com água gelada.
  2. Coloque a garrafa na água virada ao contrário, de modo que o gargalo fique imerso na água gelada.
  3. Ponha a moeda no recipiente com água junto à garrafa. É importante arrefecer a garrafa de vidro e a moeda com a água gelada. Não encha a garrafa de água. O facto de deixar arrefecer o gargalo e a moeda vai permitir que a parte superior da garrafa tenha um selo hermético quando puser a moeda no gargalo da garrafa de vidro.
  4. Em seguida, tire a garrafa da água, ponha a moeda no gargalo da mesma e agarre o corpo da garrafa com ambas as mãos. Observe o comportamento da moeda: verá que a moeda começa a saltar para cima e para baixo.

Explicação

O comportamento da moeda explica-se através do conceito de expansão térmica. A expansão térmica acontece quando a matéria recebe calor e altera o seu volume. Desta forma. A criança vai dar-se conta de que a matéria se expande. Ao colocar as mãos na garrafa fria, o ar aquece, causando uma expansão térmica. À medida que as moléculas de ar se expandem, vão saindo da garrafa, o que faz com a tampa, neste caso a moeda, vibre ou salte para cima e para baixo.

7

A moeda saltitona

Se o seu filho gosta de truques de magia, vai adorar a experiência da moeda saltitona.

Materiais

Água fria num recipiente, garrafa de vidro de refresco com um gargalo pequeno, uma moeda ligeiramente maior do que o gargalo da garrafa.

Procedimento

  1. Encha um recipiente com água gelada.
  2. Coloque a garrafa na água virada ao contrário, de modo que o gargalo fique imerso na água gelada.
  3. Ponha a moeda no recipiente com água junto à garrafa. É importante arrefecer a garrafa de vidro e a moeda com a água gelada. Não encha a garrafa de água. O facto de deixar arrefecer o gargalo e a moeda vai permitir que a parte superior da garrafa tenha um selo hermético quando puser a moeda no gargalo da garrafa de vidro.
  4. Em seguida, tire a garrafa da água, ponha a moeda no gargalo da mesma e agarre o corpo da garrafa com ambas as mãos. Observe o comportamento da moeda: verá que a moeda começa a saltar para cima e para baixo.

Explicação

O comportamento da moeda explica-se através do conceito de expansão térmica. A expansão térmica acontece quando a matéria recebe calor e altera o seu volume. Desta forma. A criança vai dar-se conta de que a matéria se expande. Ao colocar as mãos na garrafa fria, o ar aquece, causando uma expansão térmica. À medida que as moléculas de ar se expandem, vão saindo da garrafa, o que faz com a tampa, neste caso a moeda, vibre ou salte para cima e para baixo.

O cubo de gelo

Esta experiência permite apanhar cubos de gelo sem molhar as mãos. O seu filho vai adorar!

Materiais

Um copo de água, cubos de gelo, uma corda e sal.

Procedimento

  1. Deixar cair um cubo de gelo num copo de água.
  2. Segure a corda e pouse uma das extremidades no cubo de gelo, tentando mantê-la parada.
  3. Enquanto a corda estiver no cubo de gelo, deite um pouco de sal no mesmo.
  4. Deixe repousar alguns minutos.
  5. Em seguida, tente levantar a corda e observe o que acontece ao cubo de gelo.

Explicação

Pode observar-se que, quando se junta sal ao cubo de gelo, este cola-se à corda, o que permite levantá-lo do copo usando apenas a corda, como na pesca. A que se deve? O ponto de congelação da água e o de derreter o gelo em condições normais é de 0ºC. Ao colocar o cubo de gelo no copo com água, o gelo comça a derreter na água e a água começa a congelar. Quando tal acontece ao mesmo tempo, pode dizer-se que não se geram alterações no gelo ou na água, e amobos os elementos entram num estado de equilíbrio. No entanto, ao deitar o sal no cubo de gelo, o estado de equilíbrio quebra-se. As moléculas de sal dissolvem-se e unem-se às moléculas de água, o que altera a taxa de congelação desta. Tal faz com que o gelo derreta. No entanto, para restaurar o equilíbrio, o ponde de congelação da água baixa, o que faz com que o gelo congele a água salgada. O sal começa a cristalizar e o gelo volta a congelar à volta da corda. Tal faz com que o cubo de gelo adira à extremidade da corda, o que torna possível que se possa levantar puxando apenas a corda!

8

O cubo de gelo

Esta experiência permite apanhar cubos de gelo sem molhar as mãos. O seu filho vai adorar!

Materiais

Um copo de água, cubos de gelo, uma corda e sal.

Procedimento

  1. Deixar cair um cubo de gelo num copo de água.
  2. Segure a corda e pouse uma das extremidades no cubo de gelo, tentando mantê-la parada.
  3. Enquanto a corda estiver no cubo de gelo, deite um pouco de sal no mesmo.
  4. Deixe repousar alguns minutos.
  5. Em seguida, tente levantar a corda e observe o que acontece ao cubo de gelo.

Explicação

Pode observar-se que, quando se junta sal ao cubo de gelo, este cola-se à corda, o que permite levantá-lo do copo usando apenas a corda, como na pesca. A que se deve? O ponto de congelação da água e o de derreter o gelo em condições normais é de 0ºC. Ao colocar o cubo de gelo no copo com água, o gelo comça a derreter na água e a água começa a congelar. Quando tal acontece ao mesmo tempo, pode dizer-se que não se geram alterações no gelo ou na água, e amobos os elementos entram num estado de equilíbrio. No entanto, ao deitar o sal no cubo de gelo, o estado de equilíbrio quebra-se. As moléculas de sal dissolvem-se e unem-se às moléculas de água, o que altera a taxa de congelação desta. Tal faz com que o gelo derreta. No entanto, para restaurar o equilíbrio, o ponde de congelação da água baixa, o que faz com que o gelo congele a água salgada. O sal começa a cristalizar e o gelo volta a congelar à volta da corda. Tal faz com que o cubo de gelo adira à extremidade da corda, o que torna possível que se possa levantar puxando apenas a corda!

O ovo na garrafa

Esta experiência ilustra os efeitos da pressão atmosférica.

Materiais

Um ovo cozido, uma garrafa com uma abertura mais fina do que o tamanho do ovo, uma caixa de fósforos, fósforos e um jornal.

Procedimento

  1. Coza um ovo e assegure-se de que arrefece antes de continuar.
  2. Uma vez frio, tire-lhe a casca.
  3. Rasgue uma página do jornal às tiras.
  4. Insira as tiras de papel de jornal dentro da garrafa.
  5. Ponha os fósforos acesos dentro da garrafa para que queimem as tiras do jornal.
  6. Rapidamente, coloque o ovo na abertura da garrafa.
  7. Como tirar o ovo da garrafa? Ponha a boca na abertura da garrafa e sopre. O ovo sairá da garrafa sem dificuldade.

Explicação

É incrível, não? A criança vai ficar pasmada ao ver o ovo cozido dentro da garrafa e depois tirá-lo sem o partir. Como é que é possível? Devido à pressão atmosférica. Depois de deitar fogo ao jornal, o oxigénio da garrafa esgotou-se. Ao colocar o ovo na abertura, o ar no interior criou vácuo succionando o ovo para dentro da garrafa. O jornal em chamas aquece o ar preso dentro da garrafa, o que faz com que se expanda. Passados alguns segundos, o fogo dentro da garrafa extingue-se, o que faz com que o ar no interior arrefeça, causando uma pressão menor dentro da garrafa. O ovo é então obrigado a cair dentro da garrafa porque, no seu interior, há uma pressão mais baixa e no exterior esta é mais alta. Por fim, depois de virar a garrafa para baixo e soprar para dentro da garrafa, a pressão atmosférica dentro da garrafa aumenta e empurra o ovo para fora sem o partir.

9

O ovo na garrafa

Esta experiência ilustra os efeitos da pressão atmosférica.

Materiais

Um ovo cozido, uma garrafa com uma abertura mais fina do que o tamanho do ovo, uma caixa de fósforos, fósforos e um jornal.

Procedimento

  1. Coza um ovo e assegure-se de que arrefece antes de continuar.
  2. Uma vez frio, tire-lhe a casca.
  3. Rasgue uma página do jornal às tiras.
  4. Insira as tiras de papel de jornal dentro da garrafa.
  5. Ponha os fósforos acesos dentro da garrafa para que queimem as tiras do jornal.
  6. Rapidamente, coloque o ovo na abertura da garrafa.
  7. Como tirar o ovo da garrafa? Ponha a boca na abertura da garrafa e sopre. O ovo sairá da garrafa sem dificuldade.

Explicação

É incrível, não? A criança vai ficar pasmada ao ver o ovo cozido dentro da garrafa e depois tirá-lo sem o partir. Como é que é possível? Devido à pressão atmosférica. Depois de deitar fogo ao jornal, o oxigénio da garrafa esgotou-se. Ao colocar o ovo na abertura, o ar no interior criou vácuo succionando o ovo para dentro da garrafa. O jornal em chamas aquece o ar preso dentro da garrafa, o que faz com que se expanda. Passados alguns segundos, o fogo dentro da garrafa extingue-se, o que faz com que o ar no interior arrefeça, causando uma pressão menor dentro da garrafa. O ovo é então obrigado a cair dentro da garrafa porque, no seu interior, há uma pressão mais baixa e no exterior esta é mais alta. Por fim, depois de virar a garrafa para baixo e soprar para dentro da garrafa, a pressão atmosférica dentro da garrafa aumenta e empurra o ovo para fora sem o partir.

Cola caseira

Com esta experiência, a criança vai aprender a criar uma cola não tóxica e segura para o meio ambiente.

Materiais

Farinha, água, um frasco com tampa, uma colher, um jornal e uma escova.

Procedimento

  1. Encha uma chávena de farinha.
  2. Verta-a no frasco e junte meia chávena de água. Utilize a colher para mexer.
  3. Assegure-se de que está bem misturado. A cola já está pronta.
  4. Experimente a cola com o jornal ou qualquer outro tipo de papel.

Explicação

Enquanto mistura a farinha com a água, produz-se uma reação química. Quando aplica a cola no papel e a deixa secar, a água da mistura evapora-se, o que faz com que o papel com cola endureça. O mesmo processo ocorre com a cola comum. Deixar de parte para que seque, deixando que a água se evapore, faz com que a cola fique dura.

10

Cola caseira

Com esta experiência, a criança vai aprender a criar uma cola não tóxica e segura para o meio ambiente.

Materiais

Farinha, água, um frasco com tampa, uma colher, um jornal e uma escova.

Procedimento

  1. Encha uma chávena de farinha.
  2. Verta-a no frasco e junte meia chávena de água. Utilize a colher para mexer.
  3. Assegure-se de que está bem misturado. A cola já está pronta.
  4. Experimente a cola com o jornal ou qualquer outro tipo de papel.

Explicação

Enquanto mistura a farinha com a água, produz-se uma reação química. Quando aplica a cola no papel e a deixa secar, a água da mistura evapora-se, o que faz com que o papel com cola endureça. O mesmo processo ocorre com a cola comum. Deixar de parte para que seque, deixando que a água se evapore, faz com que a cola fique dura.

Foto 1 de 10
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

Também lhe interessa

10 experiências fáceis para crianças | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)

Registro